Consumo de energia elétrica aumentou 7,7% em 2014, segundo a Cepro

O consumo médio por consumidor comercial foi de 5.038,06 kWh, crescimento de 13,47% e o consumidor industrial com aumento de 3,92%.


Em 2014, o consumo de energia elétrica foi de 3.016.471 MWh, incremento de 7,7%, em relação a 2013, segundo o boletim analítico Conjuntura Econômica Anual 2014, realizado pela Diretoria de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas do Piauí, da Fundação Cepro. A distribuição das classes em termos de variação, de acordo com os dados, mostrou-se da seguinte forma: Industrial (11,78%); Rural (10,33%); Comercial (8,18%); Residencial (7,81%); Iluminação Pública (7,87%) e Serviço Público.

“Já com relação ao consumo de energia elétrica por classe (MWh) e participação no mercado, convém ressaltar que as classes residencial e comercial representaram 47,46% e 21,86%, respectivamente, do consumo total de energia em 2014. A classe industrial concentrou 6,89% do consumo total de energia”, explica o economista e coordenador da pesquisa, José Manuel Moedas.

Segundo Moedas, o incremento visto no ano de 2014 não se repetirá nos números que serão apresentados já nos primeiros meses de 2015. “Tivemos esse aumento no ano passado, mas o que se vê hoje é uma maior preocupação no consumo de energia, principalmente devido ao aumento do custo do serviço oferecido, bem como pela crise elétrica existente no país, tendo em vista os problemas na capacidade dos reservatórios”, atualiza o economista.

Número de Consumidores - O total do número de consumidores atingiu 1.144.333 clientes, com crescimento de 3,84%. Houve a incorporação de 42.301 novos consumidores em 2014, com uma média mensal de 3.525 ligações. A classe Serviço Público mostrou crescimento de 11,74%, seguido das classes Comercial com 4,17% e Residencial, com 4,01%. O consumo médio por consumidor residencial foi de 120,71 kWh, incremento de 3,87%.

O consumo médio por consumidor comercial foi de 5.038,06 kWh, crescimento de 13,47% e o consumidor industrial com aumento de 3,92%.

Fonte: GOVERNO DO ESTADO