Conta de celular chega com aviso e erro de português para cliente: 'mau educado'

A maior surpresa, no entanto, foi quando eu recebi a conta do plano em casa", falou o corretor de imóveis.

 O corretor de imóveis Francisco Liberato, de 38 anos, disse que tomou um susto ao conferir na terça-feira (10) as correspondências que chegaram à casa onde mora, no bairro Congós, na Zona Sul de Macapá. Entre os documentos, havia uma conta de telefonia móvel com os dizeres "#fraude" e "#mau educado" ao lado do nome do destinatário. A palavra está escrita de maneira errada, a forma correta é mal educado. A operadora disse que "lamenta o ocorrido e já está apurando os fatos para, se for o caso,  tomar as providências administrativas cabíveis".

Liberato acredita que o recado na conta de telefone é resultado de uma reclamação que fez na central de atendimento da empresa, ocasião em que discordou de uma cobrança de R$ 24 descontados do saldo do plano assinado pela operadora.

 "Fiz uma reclamação de um valor descontado de R$ 24,90. Liguei e disse que não teria usado esse saldo. Consegui reverter o valor debitado, mas a atendente foi muito mal educada comigo. A maior surpresa, no entanto, foi quando eu recebi a conta do plano em casa", falou o corretor de imóveis.

Alegando constrangimento, Francisco Liberato registrou um Boletim de Ocorrências (BO) em uma delegacia de Polícia Civil denunciando a empresa por injúria, calúnia e difamação. Ele ainda não decidiu se vai levar o caso à Justiça.  "Estou pensando em processar a operadora, mas eu quero a prova do que eles escreveram sobre mim porque esse foi um constrangimento que nunca passei na minha vida e jamais fui mal educado com a atendente", afirmou.

O fato provocou Liberato a procurar um advogado para auxiliar em possíveis medidas contra a empresa. "Parei de usar a linha telefônica dessa operadora depois do fato. Isso nunca deveria ter acontecido", concluiu.

Fonte: G1