Contas de energia teve aumento a partir desta segunda-feira; veja bandeiras tarifárias

Contas de energia teve aumento a partir desta segunda-feira; veja bandeiras tarifárias

A definição da bandeira de cor vemelha, segundo a Aneel, significará um acréscimo de R$ 3,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos no mês que vem.

As contas de luz dos brasileiros ficam mais caras a partir desta segunda-feira (1º). Isso acontece porque entrou em vigor a bandeira tarifária de cor vermelha para os consumidores de todos os estados do país, com exceção do Amazonas, Amapá e Roraima (que ainda não estão interligados com o sistema nacional de energia elétrica).

A definição da bandeira de cor vemelha, segundo a Aneel, significará um acréscimo de R$ 3,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos no mês que vem.

O sistema de bandeiras tarifárias, que começou a valer nesta segunda, conta com as cores verde, amarela e vermelha – indicando as condições de geração de energia no país. O sistema funciona como um "semáforo de trânsito", sinalizando nas contas de luz o custo de geração de energia para o consumidor.

Com a seca, as hidrelétricas passaram a gerar menos energia e as térmicas, cujo custo de geração é mais caro, foram acionadas. Com isto, a energia ficou mais cara no país.

Atualmente, os custos com compra de energia pelas distribuidoras são incluídos no cálculo de reajuste das tarifas dessas distribuidoras e são repassados aos consumidores uma vez por ano, quando a tarifa reajustada passa a valer para os consumidores. Com as bandeiras tarifárias, uma parte do reajuste anual concedido às distribuidoras será diluído.


Fonte: g1