Contra decisão da filha de 20 anos, mãe vai ate Bali conversar sobre leilão de virgindade

Contra decisão da filha de 20 anos, mãe vai ate Bali conversar sobre leilão de virgindade

Natural de Itapema, no Norte de SC, Catarina participa do leilão através de um concurso

A mãe de Catarina Migliorini, jovem catarinense de 20 anos que decidiu leiloar sua virgindade na internet, afirma que já planejou sua viagem a Bali, na Indonésia, para conversar com a filha. Segundo a mulher, que prefere não ter seu nome divulgado, a decisão da garota é pessoal e não tem nada a ver com a família, mas, mesmo assim, como mãe, ela deseja conversar com a filha. "Estou indo contra a vontade dela, mas acho que tenho o direito e até o dever, como mãe, de pedir para que ela pense melhor. Ela é nova e não precisa disso", disse a mãe.

Natural de Itapema, no Norte de SC, Catarina participa do leilão através de um concurso, cujo projeto prevê também a gravação de um documentário. As filmagens iniciaram há cerca de um mês, em Bali, e relatam a história e a preparação para a primeira vez.

O site "Virgins Wants", onde os lances são dados, começou a ser divulgado no dia 15 de setembro. Desde então, a mãe se diz incomodada com a exposição de Catarina e não está feliz com a decisão da filha. Além disso, afirma que não acompanha as notícias e os comentários, orientada pela própria filha. "É a vida pessoal dela e não entendo essa polêmica. Por isso, Catarina pediu que eu não acompanhasse, e eu também prefiro assim. Porém, preciso encontrá-la, perguntar se ela tem certeza de que gostaria de fazer isso e também se sabe as consequências", afirmou ela.

Segundo Catarina, ela chegou a sonhar que sua 1ª vez fosse com amor, mas mudou de ideia. "Antes eu sonhava com uma primeira vez com alguém que eu gostasse, até por isso nunca tinha feito. Hoje em dia eu posso dizer que mudei e vejo isso como um negócio", afirma.

Em uma entrevista anterior a mãe já havia afirmado que não concordava com a garota, embora estivesse do lado dela. Ela disse que quando soube achou que era uma brincadeira. "Não vou julgar ninguém, muito menos a minha filha. Eu sempre vou estar do lado dela, ajudá-la, eu amo muito a minha filha, mas isso não significa que eu apoie sua decisão. Eu falei que a vida era dela, que ela era maior de idade e que podia fazer o que quisesse. Também disse que ela ia precisar de muita estrutura. Mas não gostaria que isso acontecesse", explicou.

Já o pai, que é arquiteto e também mora fora do Brasil, soube do leilão quando ela já estava em Bali. "Não sei qual foi a reação dele, mas ele disse que ela devia estar na Argentina estudando", afirmou a mãe da garota. De acordo com a garota, o pai ficou nervoso no começo. "Eu conversei bastante com ele, falei dos meus ideais. No fim ele entendeu e disse que as escolhas são minhas", disse Catarina.

Segundo a mãe, a viagem para a Indonésia deve ocorrer na próxima semana.

Em uma entrevista, Catarina falou que decidiu tudo no impulso. "Eu era novinha e por ser virgem decidi me candidatar. Era uma oportunidade de viajar, conhecer novas culturas, mas não esperava uma resposta. Quando o diretor me escolheu, fiquei super feliz e decidi ir até o fim", disse.

Até a tarde desta terça-feira (2), o lance mais alto pela virgindade da garota era de U$S 190 mil, cerca de R$ 380. Segundo a garota, o leilão finaliza em 15 de outubro e a primeira vez deve ocorrer 10 dias depois, no dia 25.

Já o ato sexual deve ser durante um voo que partirá da Austrália ou Indonésia para os Estados Unidos. Entre as regras que devem ser obedecidas pelo ganhador está o uso de camisinha obrigatório. "Ele também não pode me beijar, não pode realizar nenhuma fantasia nem fetiche, nem usar nenhum brinquedo", explica ela. "O ato também não vai ser filmado", diz. O leilão encerra no dia 15 de outubro.

Fonte: G1