Corpo de Bombeiros recebem cerca de 30 chamadas por dia no Piauí;saiba

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do estado do Piauí, o homem tem uma parcela de culpa significativa nesses índices

O período conhecido como B-R-O-Bró é caracterizado pelas elevadas temperaturas, essas responsáveis pela acentuação de um grande problema: os incêndios. Somente no último sábado (22), foram registrados 186 focos de queimadas no Piauí.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do estado do Piauí, o homem tem uma parcela de culpa significativa nesses índices, já que a maioria dos incêndios são ocasionados por suas ações.

De acordo com a major Najra Nunes, do Corpo de Bombeiros do estado do Piauí, além das altas temperaturas, baixa umidade relativa do ar, as rajadas de vento também estão entre os fatores que contribuem para aumentar o número de ocorrências. "Nós somos muito alimentados pelo vento, que facilitam mais a oxigenação, propiciando a propagação mais rápida do fogo", explica.

Além disso, frisa que existem também as causas relacionadas às inconsequências provocadas pela ação do homem, o que pode configurar crime ambiental. "A maioria é provocada pelo homem. E quem faz isso não confessa. Não tem como descobrir porque as pessoas não se identificam", disse a major.

Sobre os números de queimadas no B-R-O-Bró, a major Najra conta que, se baseando a 2012, o aumento é de cerca de 300%. O que resulta, diariamente, em 30 solicitações de equipes do Corpo de Bombeiros, porém a guarnição só consegue atender a 16 chamadas.

A major alerta também para as queimadas, destacando que, quando for necessário adotar essa medida, o mais adequado é buscar comunicar o Ibama para que seja autorizada, nesse caso, será acompanhada por um técnico capacitado. "Nos municípios menores é preciso comunicar os órgãos ambientais", ressalta major Najra.

Os terrenos baldios também representam um grande perigo no período mais quente do ano. "O acúmulo de lixo também é uma das causas, porque eles entram em combustão sozinhos. Os resíduos orgânicos liberam uma grande quantidade de gases tóxicos. Eles inflamam muito", disse a major.

Fonte: Wherika Carvalho