Corpo de paraquedista atingido por avião após salto é velado

Corpo de paraquedista atingido por avião após salto é velado

Um dos outros dois paraquedistas atingidos já recebeu alta do hospital

O corpo do paraquedista Alex Adelman, que foi atingido por um avião durante um salto, está sendo velado no Cemitério da Saudade, no bairro Santa Cruz, em Boituva (SP), nesta terça-feira (10). Após o velório, o corpo será levado para Sorocaba (SP), onde será cremado.

O acidente ocorrido na tarde de segunda-feira (9) deixou a população da cidade comovida. Muitos moradores e amigos estão acompanhando o velório.

Dos outros dois paraquedistas que foram atingidos, Vanderson Carlos Campos Andrade teve alta médica do hospital São Luiz de Boituva,como informam funcionários, e foi levado pela família. Conrado Alvares continua internado no setor de ortopedia do Hospital Regional, em Sorocaba, e seu estado de saúde é estável. Os dois paraquedistas que foram hospitalizados são do Maranhão.

Técnicos vão até o aeroporto de Boituva na manhã desta terça-feira para para periciar o avião e também os equipamentos usados pelos atletas. A Polícia Civil já ouviu algumas testemunhas, inclusive, o piloto do avião, Douglas Leonardo de Oliviera, que contou em depoimento que aquela era sua 11ª decolagem no dia.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, que fez o socorro após o acidente, Alex teria sido atingido pela asa do avião e lançado contra os outros dois paraquedistas. Ele ficou desacordado e o paraquedas de segurança foi acionado automaticamente. Alex chegou a ser socorrido, mas não ressistiu aos ferimentos.

Alex Aldeman tinha 33 anos e era paraquedista desde 1994. Ele também era piloto de avião com mais de sete mil horas de voo. Alex participou de uma reportagem exibida pelo fantástico neste domingo (8) ajudando um corintiano a pagar uma promessa pelo título da Libertadores.

Fonte: G1