Corpo da médica Zilda Arns chega ao Paraná para velório e é recebido com palmas

Corpo da médica Zilda Arns chega ao Paraná para velório e é recebido com palmas

Corpo deve ser velado no Palácio das Araucárias, em Curitiba.

O corpo da médica e fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns, chegou ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais (PR), às 10h15 desta sexta-feira (15). Zilda morreu durante o terremoto que atingiu o Haiti, na terça-feira (12).

O corpo dela foi transportado em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB). Quando o caixão estava sendo retirado da aeronave, houve uma salva de palmas.

Do terminal aéreo, ele deve seguir em carro do Corpo dos Bombeiros até o Palácio das Araucárias, em Curitiba, sede do governo do Paraná, onde vai ocorrer o velório. O cortejo saiu do aeroporto às 10h45.

Durante o trajeto, o caixão foi coberto com uma bandeira do Brasil e acompanhado por batedores da Polícia Militar. No velório, o caixão deve permanecer fechado, sem visor. O corpo chegou ao palácio às 11h20.

Estão previstas pelo menos duas missas em homenagem à médica na capital paranaense. Uma deve ser realizada nesta sexta, com a presença apenas de parentes e amigos mais próximos. No sábado (16), dom Geraldo Majella Agnelo, arcebispo da Bahia, deve conduzir a cerimônia. Segundo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), ele apoiou a fundação da Pastoral da Criança.

O policiamento nas proximidades do palácio terá reforço. Um espaço está reservado, no estacionamento do Palácio Iguaçu, para receber centenas de ônibus de diversos estados. Eles devem transportar seguidores, fiéis e colaboradores da Pastoral da Criança pelo país.



O presidente Lula também deve ir ao velório.

O enterro está previsto para as 14h do sábado (16), no cemitério da Água Verde. Ela deve ser sepultada ao lado do túmulo do marido Dionísio Neumann.

Fonte: g1, www.g1.com.br