Corpos de vítimas de acidente aéreo serão identificados por DNA

Corpos de vítimas de acidente aéreo serão identificados por DNA

O material - amostras de sangue, fios de cabelos, saliva - de parentes já começou a ser coletado

O gestor da Polícia Científica de Pernambuco, Francisco Sarmento, afirmou que os corpos das vítimas do acidente com o avião bimotor LET-410, que caiu na manhã desta quarta-feira e deixou 16 mortos no Recife, será feito através de exames de DNA. Todos os cadáveres foram encontrados carbonizados.

O material (amostras de sangue, fios de cabelos, saliva) de parentes já começou a ser coletado e será enviado à Salvador, na Bahia, para análise. Pernambuco não possui um laboratório capacitado a fazer os testes. Segundo Sarmento, o resultado deve sair em até 15 dias.

Jairo Gonçalves, irmão do co-piloto da aeronave, Roberto Gonçalves, disse que acreditava que a tragédia tenha sido causada por problemas mecânicos na aeronave.

Segundo ele, os aviões da empresa já haviam apresentado problemas de perde de força de propulsão nas turbinas no momento da decolagem. A empresa Noar Linhas Aéreas, entretanto, nega a versão e garante que o bimotor cumpriu todas os procedimentos de manutenção e revisão necessários. O último, inclusive, teria sido realizado no final de semana.

A Força Aérea Brasileira (FAB), responsável pelas investigações, informou que as caixas pretas foram encontradas e encaminhadas ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), onde serão avaliadas. Os motores da aeronaves foram levados para o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), em São José dos Campos (SP), para análise.

Fonte: JB