Corregedores se reúnem no Piauí para discutir digitalização da Justiça

Encontro foi realizado na manhã desta terça e segue até a quarta, 15

Representantes de oito estados da Federação, mais o Piauí, estão reunidos em Teresina, no Rio Poty Hotel, para discutir a digitalização da Justiça. É o que se propõe a 12ª edição do Encontro Nacional de Corregedores da Defensoria Pública, iniciada nesta terça-feira, 14, e com agenda até o dia 15.

A solenidade de abertura contou com a presença do defensor-geral do Piauí, Nelson Nery Costa, da corregedora-geral do Estado, Myrtes Maria de Freitas e da corregedora-geral de Justiça, desembargadora Eulália Martins Pinheiro.

?Temos uma vasta programação de palestras e debates nos quais iremos discutir a realidade e cotidiano de cada Estado presente em nosso evento. Queremos nos atualizar e promover o intercâmbio de ideias e práticas?, garante a corregedora-geral do Piauí.

O ponto alto do encontro será a discussão da temática ?Informatização do Sistema Judiciário?, apontada como forma prática de promover a democratização e o livre acesso a informações de interesse das Corregedorias.

?A proposta inicial é que se crie um sistema e senhas individuais que garantam o conhecimento do conteúdo de processos que correm em segredo de justiça, por exemplo, aos defensores e corregedores que manifestem interessem?, explica Myrtes Maria de Freitas.

A programação do encontro acolhe ainda a realização do 1° Ciclo de Estudos Jurídicos, que acontece no Auditório da Defensoria Criminal, a partir das 14h30, o lançamento da segunda edição da Revista da Defensoria Pública e a publicação do livro Dicionário de Latim Forence, organizado pelo defensor-geral do Piauí, Nelson Nery Costa.

?O livro é destinado para estudantes de Direito e Letras, que estão em contato diário com expressões latinas e que nem sempre são familiarizados com seus significados. De modo geral, o título possui linguagem acessiva e é indicado, também, à população como um todo?, informa o autor.

Fonte: Assessoria