Corretores de imóveis podem estar atuando na ilegalidade

Lei beneficia os profissionais do setor imobiliário e todos os envolvidos nas negociações de imóveis.

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUARTA-FEIRA (30) DO JORNAL MEIO NORTE.

Quem está pensando em comprar ou alugar um imóvel em Teresina, com o auxílio de corretores de imóveis, precisa ficar atento para não correr o risco de estar pagando pelos serviços de um profissional não credenciado. Atraídos pela promessa de negócio rentável e pelo aquecimento do mercado imobiliário, cresce o número de pessoas querendo atuar nessa área, mas nem todos trabalham de forma legal. E esses casos estão cada vez mais comuns em Teresina.

A lei estadual n° 6.517/2014 já combate o exercício irregular dessa profissão, mas ainda está encontrando dificuldade para ser implantada. Segundo o presidente do Creci-PI, Manoel Nogueira Lima Neto, alguns cartórios ainda estão burocratizando esse processo. ?Muitos cartórios já estão trabalhando de acordo com essa lei, quando recebem os corretores e seus clientes, mas existem outros dificultando, pedindo documentação além daquela exigida por lei?, disse.

Para a uniformização e aplicação dessa lei, que torna obrigatório a inclusão do nome do corretor de imóveis nas escrituras públicas e contratos de financiamento imobiliários, o Creci, junto com representantes de cartórios de Teresina, estão participando de audiências na Vara de Registros Públicos e discutindo o assunto. A lei beneficia os profissionais do setor imobiliário e todos os envolvidos nas negociações de imóveis.

Fonte: Pollyana Carvalho