Cratera deixa intrafegável principal acesso à Vila Irmã Dulce

Cratera deixa intrafegável principal acesso à Vila Irmã Dulce

Os moradores interromperam a passagem com várias toras de madeira que foram ateadas com fogo.

Os ônibus que fazem linha para aquela região usam a avenida como via de acesso e a cratera só tem aumentado. Por conta disso é que os moradores interromperam a passagem com várias toras de madeira que foram ateadas com fogo. O protesto teve como finalidade chamar a atenção da Prefeitura para resolver o problema.

A população denuncia ainda que o local tem um acesso complicado e cercado de um matagal que é usado por marginais para o consumo de drogas e ainda foi palco de algumas tentativas de estupro devido a localização ser deserta. O local também já foi usado por bandidos e assaltante para desovar corpos de pessoas assassinada. A exemplo de um taxista que foi morto nas proximidades de onde a população interditou por conta da cratera.



Os moradores fizeram um desabafo ao repórter da Rede Meio Norte, Juvenal Ribeiro, e dizem que não é mais possível aguentar a situação de insegurança que vivem todos os dias. Os motociclistas e motoristas que precisam usar a via reclamam das condições precárias e da insegurança.



?Eu passo todo dia por aqui e falta atenção dos orgãos públicos de querer resolver isso aqui porque está muito ruim. É perigoso, a gente corre risco de assalto porque tem que reduzir a velocidade muito bruscamente para conseguir passar. É um descaso e faz tempo que está assim, além do perigo é prejuízo?, declara desanimado o morador.

Fonte: Marcilany Rodrigues