Cresce a procura por reparos em ar-condicionado de automóveis

Com variação de preço que vai de R$ 250 a R$ 1.400, dependendo do problema, o serviço vem sendo cada vez mais procurado nas oficinas de Teresina

Devido às altas temperaturas que têm acometido Teresina nos últimos dias, cresceu a procura por reparo de ar-condicionado nas oficinas mecânicas da capital. Os valores de alguns concertos podem custar de R$ 250 a R$ 1.400, dependendo do problema que o aparelho apresentar.

De acordo com o mecânico Ozaniel de Oliveira, a procura por reparos e manutenção do sistema de ar-condicionado dos veículos acontece durante todo o ano, mas é neste período que as oficinas ficam mais cheias, principalmente por conta do mau uso e maior tempo de refrigeração. “Como Teresina é muito quente, praticamente todo o ano somos procurados, mas agora muitas pessoas nos contratam para fazer o concerto e manutenção do ar-condicionado.

Quando uma pessoa liga o carro, a primeira coisa que ela faz é colocar o ar no máximo, não se pode fazer isso, pois força o compressor a funcionar em sua potência e pode estragá-lo”, explica.

O valor da troca e reposição do compressor de ar para o carro é estimado em R$ 1.400 e o concerto de um simples vazamento sai em torno de R$ 300. Ainda segundo o mecânico, por causa da grande procura, Teresina possui mais mecânicos especializados em ar-condicionado do que no concerto de motor.

Ozaniel relata que muitos clientes o procuram para instalar ar-condicionado nos veículos que não vieram de fábrica, mas não recomenda, pois além de o preço ser muito alto, o automóvel que não possui o aparelho original, não tem as mesmas características de um carro que vem com ar-condicionado instalado, tornando assim, o sistema menos eficaz. “Muita gente me procura para instalar o aparelho no carro, muitos desistem por causa do preço. Sai em torno de R$ 2.200 o mais barato, às vezes, dependendo do carro nem compensa colocar, por isso é melhor ele investir para comprar um veículo que já tenha um”, revela o mecânico.

O professor Samuel Andrade conta que teve que fazer reparos no aparelho de ar-condicionado do seu carro com a chegada do período mais quente do ano, pois há um tempo não funcionava. “É insuportável andar de carro em um trânsito lento como o de Teresina sem ar-condicionado, principalmente porque a temperatura está muito alta. Tive que ir ao mecânico, o concerto não saiu barato, mas compensou”, relata.




 

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Rhauan Macedo