Cresce número de avós mais confiantes sexualmente; veja

Confira o atual perfil dos avós no Brasil e no mundo e descubra que passa longe do xale.



Avós não são apenas sinônimo de almoços de domingo, guloseimas e mimos. Eles tem tido participação cada vez mais ativa na vida de filhos e netos e ainda boa parte deles demonstra ter melhor saúde do que muitos representantes das faixas etárias mais baixas.

No dia 26 de julho comemora-se o Dia dos Avôs e Avós. A data tem origem no Catolicismo, já que o dia é dedicado à Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.

Confira o atual perfil dos avós no Brasil e no mundo e descubra que passa longe do xale e de outros estereótipos relacionados a eles.

1. Os avós são cada vez mais responsáveis por cuidar dos netos, uma vez que os pais precisam se dedicar aos empregos para manter a renda familiar.

2. Muitos são responsáveis inclusive pelo sustento dos netos, já que ficando com eles durante o dia acabam pagando os custos de alimentação e outros gastos com as crianças.

3. Os avós também têm papel fundamental na ajuda das finanças familiares dos filhos, pagando contas em atraso, por exemplo.

4. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais de 4 milhões de crianças são sustentadas pelos avós e a tendência é esse número crescer, se comparado a levantamentos anteriores.

5. Os avós ocupam a posição número 2 no ranking de pessoas que mais adquirem planos de previdência privada para menores de idade, no caso seus netos, segundo levantamento da Brasilprev. Eles são cerca de 7% dos clientes do serviço.

6. O aumento da expectativa de vida está favorecendo a relação entre avós e netos. Eles acompanham as crianças até a fase adulta, inclusive com relação às finanças, criando a chamada transferência intergeracional de renda.

7. Não é apenas na vida financeira familiar que os avós têm tido maior participação. Segundo pesquisa com mulheres acima de 50 anos na Inglaterra, mais de 70% das entrevistadas revelaram desejar uma vida sexual mais ativa. 58% delas afirmou fazer amor mais de uma vez por semana. Os dados derrubam o mito de que quando atingem a menopausa, as mulheres perdem interesse pela vida sexual.

8. No quesito energia, muitas pessoas acima dos 50 anos também dão banho em outras mais jovens. Levantamento feito pela empresa de investimentos Engage Mutual descobriu que muitos dizem estar em melhor forma agora do que quando estavam na casa dos 20 anos.

9. 67 % das mulheres acima dos 50 anos diz sentir-se mais felizes com sua vida amorosa e muito mais confiantes sexualmente do que quando eram jovens.

10. Pessoas acima dos 50 anos já representam importante fatia de internautas e correspondem a 50% dos novos usuários. Um em cada quatro navega por sites de conteúdo ou redes sociais diariamente. Os dados são do instituto de pesquisas Nielsen.

11. Apesar de importantes na vida financeira familiar, ainda é pequeno o número de pessoas que se prepara para desfrutar de condições tranquilas na terceira idade. Um em cada três trabalhadores não conseguiu juntar dinheiro ou fez aplicações para manter-se após a aposentadoria e vive com o valor pago mensalmente pelo governo.

12. Cresce o número de pessoas acima dos 50 anos que diz querer continuar trabalhando mesmo após atingir o tempo de contribuição ou a idade mínima para aposentadoria. Apenas um em cada 10 afirmou querer se aposentar antes dos 60 anos, segundo pesquisa com 3 mil pessoas na Inglaterra, feita pela consultoria Reed. Um em cada quatro pretende manter-se no mercado de trabalho até os 70 anos e 23% disseram querer trabalhar até quando for possível, independentemente da idade.

13. Outras pesquisas mostram que pessoas acima dos 50 têm dieta mais balanceada e saudável do que seus filhos e netos e são atentos a fatores como evitar conservantes e aditivos nas comidas prontas e também sobre a quantidade de álcool consumida.

14. Pessoas acima de 50 anos também revelam estar mais felizes com seus corpos do que as que estão na faixa dos 30.

Fonte: Terra