Cresce o número de mulheres que se habilita a pilotar avião

Já foram emitidas pela Agência Nacional de Aviação (Anac) 793 licenças para pilotos mulheres.

A participação feminina na aviação cresceu significativamente nos últimos anos. Já foram emitidas pela Agência Nacional de Aviação (Anac) 793 licenças para pilotos mulheres, das quais 163 habilitações estão válidas, ou seja, foram renovadas de acordo com a regulamentação. Entre as profissionais, das licenças válidas foram habilitadas 51 pilotos privados de avião, 65 pilotos comerciais e 15 de Linha Aérea - o nível mais alto da carreira na aviação civil.

De helicópteros, a Anac emitiu licenças para 6 pilotos privados, 20 pilotos comerciais e 6 de linha aérea. Para informações sobre formação de pilotos no link: www.anac.gov.br/habilitacao/piloto.asp.

Mesmo assim, as mulheres ainda têm muito espaço para conquistar no setor da aviação, a ocupação representa apenas 0,8 % do total de licenças válidas em relação aos pilotos homens, que somam 54.083 licenças emitidas pela agência, sendo 14.282 renovadas.

Além disso, menos de 10 mulheres estão inscritas para concorrer a 213 bolsas de estudos do projeto Jovens Pilotos para a Aviação Civil, oferecidas pela Anac. A bolsa cobre 75% das horas de voo necessárias para a formação dos pilotos. As inscrições vão até a próxima quinta-feira, 25 de março, e a prova objetiva será realizada no dia 18 de abril.

Em 2008/2009, no projeto pioneiro das bolsas de estudo, desenvolvido nos aeroclubes do Rio Grande do Sul, foram formados 124 pilotos, sendo 6 mulheres para a categoria de Piloto Privado e 2 para Piloto Comercial. Os candidatos ou candidatas devem ter entre 18 e 35 anos, apresentar certificado de aprovação no curso teórico, documento de aprovação no exame da Anac e comprovar já terem realizado pelo menos 25% da carga horária de voos necessária para a categoria: 9 horas para piloto privado e 29 horas para piloto comercial.

As aulas acontecerão em 19 aeroclubes de oito estados (São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Ceará, Maranhão e Tocantins). Interessados em participar do processo seletivo podem acessar aqui o edital, formulário de inscrição e conteúdo programático no site da Anac:

http://www.anac.gov.br/transparencia/chamadasemAndamento.asp

Fonte: maxpress