Criança com moeda de R$ 1 no estômago não consegue atendimento no DF

Segundo o laudo, ela se alojou na região pre-pilórica - uma área sensível e fácil de inflamar.

Kauany Vitória, de 6 anos de idade, está com uma moeda no estômago a mais de dez dias sem conseguir atendimento na rede pública hospitalar de Brasília.  Segundo a família, ela brincava com a moeda na boca quando, sem querer, engoliu o objeto.

A mãe da menina, Diane Sousa, buscou ser atendida em seis unidades hospitalares do DF e todas recusaram ajuda. Agora, ela teme que a filha pegue uma infecção. " Nesse jogo de empurra, empurra, os médicos só falam que ela não vai morrer por conta da moeda no estômago", disse.

O raio x mostra a localização exata da moeda de R$ 1. Segundo o laudo, ela se alojou na região pre-pilórica - uma área sensível e fácil de inflamar.

Fonte: R7