Criança de três anos é achada morta dentro de brinquedo inflável

A dona do brinquedo desligou achando que não tinha ninguém.

Um menino de três anos de idade foi encontrado morto em um brinquedo pula-pula desinflado, na manhã deste domingo (1º), no distrito de Barra de Sirinhaém, em Sirinhaém, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. Segundo a polícia, a dona do equipamento não teria percebido que o garoto, chamado Paulo Henrique Ferreira, estava lá quando o pula-pula foi desinflado, ainda no sábado (31).

A mãe da criança colocou-a para brincar à noite, de acordo com as primeiras informações registradas pelo 10º Batalhão da Polícia Militar. Vizinhos relataram que ela teria perdido o filho de vista e que os parentes procuraram o menino durante a noite e a madrugada, sem sucesso. Ainda não está claro se a criança foi retirada do brinquedo e depois voltou sozinha ou se permaneceu lá.

A família chegou a contratar um carro de som, que rodou o município com a foto dele, pedindo que as pessoas informassem se tivessem notícias.O corpo do menino foi encontrado pela prima Aline Nascimento Silva, de 25 anos, por volta das 9h deste domingo. “De manhã, vizinhos disseram que tinham encontrado uma sandália perto da barraca do pula-pula. Foi quando eu e uma colega fomos à casa da dona do brinquedo para perguntar se ela havia visto o menino”, explica Aline.

Image title


“O pula-pula estava no mesmo local, só que murcho e enrolado em uma lona. Quando levantamos, ele estava lá, deitado de barriga para baixo. Ele já tinha tentado tirar um braço da camisa e o dedinho estava na boca. Me desesperei”, conta. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas Paulo Henrique já estava sem vida.

O corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal. O caso está sendo registrado na Delegacia de Sirinhaém, onde a mãe da criança e a dona do brinquedo vão prestar depoimento. A família ainda não tem informações sobre velório e enterro.

Fonte: Com informações do G1