Criança morre durante comemoração de seu aniversário

Criança morre durante comemoração de seu aniversário

Número de mortes no município por causa da forte chuva chega a 17.

Uma criança de 12 anos morreu enquanto comemorava seu aniversário, junto com outros seis irmãos, em uma casa na localidade conhecida como Espírito Santo, no Quitandinha, em Petrópolis (RJ). A região é uma das mais atingidas pelas chuvas. A casa onde as crianças estavam veio abaixo pouco antes da meia-noite de domingo, segundo vizinhos das vítimas. O número de mortos no município chega a 17.

"Eram muitos gritos. A casa foi desaparecendo, sumindo. E a chuva não parou em nenhum momento. As crianças gritaram muito até a morte. Pediam socorro, mas a gente já não conseguia mais chegar até elas para salvar. Ninguém ouviu sirene nenhuma. A única sirene que existe no Quitandinha fica muito distante daqui e não tocou quando mais precisamos dela", indignou-se a auxiliar de serviços gerais Cláudia Vicente, 44 anos, que está desalojada.

Pai de Luiz Fernando Mendes, 16 anos, ainda desaparecido, o auxiliar de limpeza Jesus dos Reis Neves aguardou durante toda a madrugada por notícias do filho desaparecido. A criança era irmã materna de Richards Mendes, 12 anos, o primeiro a ser encontrado sem vida.

"Meu filho veio para a festa do irmão, que estava sendo feita no segundo andar desta casa que desabou. Três crianças do andar debaixo também estavam na mesma festa. Todos eram pequenos. Preciso saber notícias do meu filho o quanto antes", disse Jesus, que não saiu do local do desabamento enquanto as buscas não acabaram.

Por volta das 18h, o corpo de uma menina de 6 anos, que seria uma das irmãs de Richards foi encontrado. A criança ainda não foi identificada. Pela manhã, uma outra menina, que seria da mesma família, foi encontrada com vida. Os pais das crianças, identificados apenas como Vinícius e Cristina Pedro, conseguiram escapar.

Mortes

Na manhã de hoje, subiu para 17 o número de mortes em Petrópolis. De acordo com informações da prefeitura, a região mais afetada continua sendo o Quitandinha. No bairro de Bingen, também foram registradas quatro mortes. Outras mortes ocorreram nos bairros de Independência, Alagoas, Lagoinha e Doutor Thouzet.

Cerca de 250 bombeiros continuam trabalhando em ações de resgate no município. A previsão para esta terça (19) é chuva fraca, que deve melhorar a partir desta quarta-feira (20).

Fonte: Terra