"Cuidem bem dele", diz suposta carta escrita por mãe de Bernardo; leia

Carta foi divulgada por advogado da mãe de Odilaine, morta em 2010. Família materna questiona se texto foi de fato escrito por mãe de Bernardo.

Alvo de contestação por parte da família materna de Bernardo Boldrini, o suicídio da mãe do garoto, ocorrido em 2010, foi anunciado em uma suposta carta, escrita a mão por ela, um dia antes de morrer. Segundo o inquérito da polícia, ela foi ao consultório do pai do menino, Leandro Boldrini, e se matou com um tiro na boca no dia 10 de fevereiro daquele ano. No texto de despedida, Odilaine Uglione relata a construção e a destruição de uma família e diz que prefere "partir a ver meu filho nas mãos de outras mulheres, meu amor em outros braços?. A carta foi divulgada pelo advogado da avó materna do menino, que diz ainda ter dúvidas se o texto foi escrito de fato por Odilaine.



A carta inicia com a mulher dizendo estar ?lúcida e consciente? dos seus atos e que pretende explicar os motivos pelos quais tomou a decisão do suicídio. A mãe de Bernardo conta que cresceu sem pai, falecido, e que sua mãe tem doenças cardíacas graves que podem matá-la. ?Não tenho irmãos, sou sozinha?, lamenta. Na sequência, a mulher destaca sua vida ao lado de Leandro e a aquisição dos bens ao longo do casamento.

?Leandro, tu destruiu minha família, meus sonhos, minha vida. O que é uma pessoa sem família? Peço que cuide bem do nosso filho. Estarei sempre ao lado dele?, escreve a mãe de Bernardo. Antes de finalizar a carta, Odilaine reforça: ?Amo minha mãe sobretudo. Amo a Clarissa e sua família. Cuidem bem do Bê!!

Fonte: G1