Curso de Direito da Uespi de Picos pode não ter vagas ofertadas para o Enem 2015

O promotor e coordenador do curso de Direito de Picos, Marcelo Monteiro, o fato se deve em razão de deficiências estruturais constatadas em 2010, que não mais persistem.

O curso de Direito, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Campus de Picos, poderá não ofertar vagas para o Enem 2015, o que vem preocupando toda a coordenação e demais membros da Instituição de Ensino.

O promotor e coordenador do curso de Direito de Picos, Marcelo Monteiro, o fato se deve em razão de deficiências estruturais constatadas em 2010, que não mais persistem.


“Estamos lutando contra o tempo porque até o final de outubro vai sair o edital do MEC dirigido às instituições de ensino superior em relação a adesão ao Enem. Expedido o edital, as instituições têm um prazo para informarem os cursos que vão ser oferecidos para o respectivo exame. E recebemos a informação da Pro-Reitora de Ensino que falou de forma categórica que não vai ofertar para o próximo ano o curso de Direito da Uespi de Picos”, afirmou Marcelo Monteiro.


Um plano de melhorias foi enviado à administração da universidade descrevendo a real condição estrutural do curso e os possíveis avanços, sobretudo no quadro de professores efetivos e na qualificação dos mesmos. O Plano, posteriormente é enviado ao Conselho Estadual de Educação que o analisará com o objetivo de deliberar a possível aprovação ou não da oferta de vagas.


Estrutura atual
O curso de Direito da Uespi de Picos dispõe de três professores efetivos, a grande maioria Mestres. Outro ponto questionado, a deficiência física foi então superada com a construção do novo Campus, onde a previsão é de que as aulas sejam iniciadas no início de outubro. Além disto, o curso recebeu nota máxima do Enade, estando entre 0s 4% dos cursos de Direito mais bem avaliados do país.

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no Facebook

Fonte: Com informações do Riachão Net