Cursos capacitam 28 internos da Colônia Agrícola Major César

Cada curso teve carga horária de 160 horas/aula

Vinte e oito reeducandos da Colônia Agrícola Major César Oliveira receberam, nesta quarta-feira (20), certificados pela conclusão dos cursos de Artesão de Pintura em Tecido e de Horticultor Orgânico, realizados pela Secretaria de Justiça do Piauí através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em parceira com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e a Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Cada curso teve carga horária de 160 horas/aula. Para detento Neilton Amorim, que concluiu o curso de Artesão de Pintura em Tecido, o curso abriu, para ele, a oportunidade de ter o seu próprio negócio. “Para mim, é uma satisfação muito grande, porque é um aprendizado a mais. É uma forma de me ocupar e me qualificar para o meu próprio negócio”, afirma.

Empolgado com o curso de Horticultor Orgânico, o reeducando José de Ribamar Pereira falou da importância de aprender a cuidar da horta da Colônia Agrícola e disse que vai levar a experiência para reconstruir a vida fora da Major César. “Foi o melhor curso que eu fiz até hoje, porque a gente está mexendo com a natureza”, relata.

O secretário de Justiça do Piauí, Daniel Oliveira, enfatiza que o Estado continuará investido e ampliando o trabalho e as parcerias no desenvolvimento de projetos que capacitem as pessoas privadas de liberdade no sistema prisional estadual, bem como buscando meios de dar suporte aos egressos. “Estamos avançando ainda mais no número da qualificação profissional de pessoas privadas de liberdade. Essa é uma meta e uma diretriz do governador Wellington Dias que vamos seguir expandindo”, pontua.

De acordo com a Gerência de Cursos Profissionalizantes da Secretaria de Justiça, de 2015 para cá, 603 capacitações foram realizadas, no âmbito do sistema prisional, junto a detentos, ex-detentos, familiares de detentos e ex-detentos, servidores e familiares e pessoas em penas e medidas alternativas à prisão.

Fonte: Com informações do Portal do Governo