De 12 postos de gasolina, 7 estão irregulares, segundo fiscalização

O procon encerrou fiscalização nesta sexta-feira

A fiscalização dos preços da gasolina nos postos de Teresina foi encerrada neta sexta-feira (02) e foi constatado que de 12 postos fiscalizados, sete estão irregulares. O PROCON/PI informa que se confirmado o abuso contra o consumidor, os proprietários do posto combustível serão autuados. Após a autorização da Petrobras de um reajuste de 6% para a gasolina e de 4% para o diesel, que gerou um aumento de R$ 0,20 nos valores do combustível, fez muitos proprietários de postos da capital elevarem os preços, ficando bem acima do recomendado. Segundo Arimatéia Marques, fiscal do Procon/PI, os postos de combustíveis que estiverem praticando abuso contra o consumidor, deverá responder por processo administrativo. “Nós estamos coletando as notas fiscais para verificar até que ponto os postos em Teresina estão elevando os preços da gasolina. Temos informações de postos elevando para R$ 0,30 a R$ 0,40. Isso caracteriza uma prática abusiva. Se comprovado”, esclarece.

Arimatéia Marques destaca outra irregularidade praticada por proprietários de postos combustíveis.O consumidor que se sentir lesado pelo aumento de preço irregular dos combustíveis, pode procurar a sede do Procon/PI, localizada na Rua Álvaro Mendes, 2294, no centro de Teresina. O horário de atendimento é de 7h às 13h30.

Fonte: Lindalva Miranda e Márcia Gabriele