Defensor de Adolf Hitler é candidato a vereador do Rio pelo PSC

O candidato, recebeu uma doação de R$ 1.440 de Bolsanaro

A candidatura a vereador do homem que foi à Câmara do Rio com o estilo parecido com o do ditador alemão Adolf Hitler, no dia 3 de dezembro do ano passado, está causando polêmica nas redes sociais. Marco Antônio dos Santos, registrado como Professor Marco Antônio (PSC), de 52 anos, participou de uma discussão sobre o projeto “Escola sem partido”, de autoria do vereador Carlos Bolsonaro (PSC), com broches militares no paletó e o bigodinho e corte de cabelo característicos do ditador responsável pelo massacre de judeus durante a Segunda Guerra Mundial. 

Defensor de Adolf Hitler é candidato a vereador do Rio pelo PSC (Crédito: Reprodução)
Defensor de Adolf Hitler é candidato a vereador do Rio pelo PSC (Crédito: Reprodução)


O candidato, que recebeu uma doação de R$ 1.440 da campanha do colega de partido Flávio Bolsonaro. Na polêmica sessão da Câmara, o agora candidato chegou a se inscrever para falar, mas foi impedido pelo vereador Jefferson Moura (Rede), presidente da Comissão de Direitos Humanos da casa, que comandava a sessão.

O crime de apologia ao nazismo está previsto na Lei Federal 9.459, que proíbe “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”. A pena varia de dois a cinco anos de prisão e multa.

Fonte: Com informações do Catraca Livre