Definida instalação de vendedores de água de coco no Centro

Os agentes da cidade receberão da Prefeitura um kit contendo jaleco, boné e crachá de identificação para que o trabalho aconteça de forma organizada

Técnicos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) e representante da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Centro/Norte, reuniram-se hoje (05) com os vendedores da água de coco para definir a reorganização dos mesmos na área central da cidade.

O encontro aconteceu no auditório da Casa da Cultura e contou com a presença de 70 vendedores. A reorganização desses ambulante foi necessária devido a transferência dos vendedores ambulantes do Centro para o Shopping da Cidade. “ A Prefeitura mapeou os locais para instalar os vendedores de água de coco que não foram contemplados com boxes no Shopping da Cidade.

A partir disso, a SEMDEC capacitou esses vendedores, transformando-os em agentes da cidade. O trabalho desses agentes será muito mais abrangente porque eles serão também agentes de turismo da capital”, explicou Danielle Augusto Costa, secretária executiva de Desenvolvimento Econômico. Foram definidos os locais onde os agentes da cidade ficarão instalados e foram apresentadas as normas de trabalho. “Hoje reunimos os vendedores para explicarmos como será feita a distribuição dos pontos no Centro.

Os agentes da cidade receberão da Prefeitura um kit contendo jaleco, boné e crachá de identificação para que o trabalho aconteça de forma organizada. Os carrinhos de venda também serão padronizados e aqueles vendedores que precisarem adquirir novos carrinhos ou reformar, a SEMDEC por meio do Banco Popular abrirá um linha de crédito para facilitar a realização desse procedimento”, acrescentou Danielle.

De acordo com Elisane Melo, gerente de Controle e Fiscalização da SDU Centro/Norte, a fiscalização e monitoramento dos agentes da cidade acontecerão diariamente. “ Nós demarcamos os pontos de instalação dos vendedores obedecendo ao Código de Postura do Município. A SDU irá monitorar e fiscalizar os agentes para garantir que os acordos estabelecidos sejam cumpridos.

Utilizamos como prioridade na demarcação a não interrupção do fluxo de pedestres e não colocar o agente em situação de risco. Nossa intenção é organizar a venda e a cidade, bem como garantir a qualidade dos serviços prestados”, destacou. Para Alice Ribeiro, vendedora de água de coco, a nova forma de trabalho irá melhorar as vendas. “É uma bela iniciativa da Prefeitura essa padronização dos vendedores. A cidade vai ganhar agentes capacitados para receber o turista e para inaugurar o Centro após as obras de revitalização.

O prefeito realizou um sonho para nossa categoria”, afirmou. CAPACITAÇÃO A SEMDEC, através da Coordenação de Turismo, ofereceu aos vendedores de água de coco treinamento para aperfeiçoar o atendimento aos clientes e turistas. Por meio do curso “Noções de Turismo” os participantes receberam informações sobre relacionamento interpessoal, atendimento ao cliente, noções de turismo, dentre outros temas. “Queremos que o vendedor de água de coco seja uma das portas de entrada para receber bem não só o cliente, mas principalmente o turista que circula pelo Centro da capital”, enfatizou Danielle Augusto.

Fonte: Seccom