Dell apresenta laptop mais fino do mundo

Dell apresenta laptop



A Dell apresentou nesta terça-feira seu laptop "de luxo", o Adamo, chamando-o como o mais fino notebook do mundo, em um esforço para competir no mercado de computadores ultraportáteis de topo de linha definido pelo MacBook Air, da Apple.

A máquina revestida de alumínio tem espessura de 1,65 cm e vem com tela de 13,4 polegadas e drive de memória sólida de 128 GB.

Com preço inicial de US$ 1.999, o Adamo está posicionado como a nova marca mais cara da Dell. Uma configuração diferente será vendida por US$ 2.699. No Brasil, segundo o site da Dell, o preço é de cerca de RS$ 9 mil.

O Adamo tem por objetivo "declarar alguma coisa em termos de design, surpreender as pessoas por ser um Dell", disse John New, executivo de marketing do grupo. "O aparelho se destina ao consumidor de gosto exigente e disposto a pagar um pouco mais por isso."

A Dell vem trabalhando para gerar interesse pelo Adamo, cujo nome vem da expressão latina para "se apaixonar por". Informações sobre o novo modelo começaram a vazar no final do ano passado, e a empresa realizou um evento em janeiro, em Las Vegas, onde ofereceu um vislumbre passageiro do laptop, nas mãos de uma modelo.

A Apple ajudou a lançar a categoria dita ultraportátil, no ano passado, com o MacBook Air, que tem 1,9 cm de espessura e era até agora o mais fino laptop do mundo.

O Adamo, com 1,8 kg, é mais pesado que o Air, com 1,36 kg. O modelo da Apple tem preço inicial de US$ 1.799.

A maioria dos fabricantes de computadores pessoais, incluindo o Lenovo Group, Hewlett Packard e Sony vende ultraportáteis.

A Dell tem tentando revigorar sua marca junto aos consumidores, em meio a esforços para diversificar base de receita. Clientes empresariais respondem por cerca de 80% do faturamento da companhia, e os computadores pessoais por 60%.

Na semana passada, a Dell lançou o Studio One 19, por US$ 799, um PC com tela sensível a toques que pode ser usado na cozinha ou na sala de estar. O produto será disponibilizado inicialmente no Japão e depois irá para outros países.

As ações da Dell recuaram 13% desde o início deste ano, enquanto os papéis da Apple saltaram 12%. A Dell, entretanto, tem apresentado performance melhor que a HP, cujas ações despencaram 20% desde o início de 2009.

Fonte: AE