Pedreiro aposentado de 74 anos vai se casar com cabra, mas diz que não vai consumar o matrimônio

Pedreiro aposentado de 74 anos vai se casar com cabra, mas diz que não vai consumar o matrimônio

O inusitado desse matrimônio é que a noiva é uma cabra.

Aparecido Castaldo, pedreiro aposentado de 74 anos e morador de Jundiaí, cidade localizada a 45 quilômetros da capital paulista, vai se casar pela quinta vez. O inusitado desse matrimônio é que a noiva é uma cabra. Depois de dois anos apaixonado por Carmelita, ele resolveu oficializar a união.

O casamento está marcado para o dia 13 de outubro na Igreja do Diabo, em Jundiaí. Outras igrejas não quiseram realizar a união. Para ele, Carmelita é a sua melhor companheira e Castaldo quer tudo como mandam os costumes e vai ficar um mês afastado da noiva. ?Ela é muito melhor que mulher porque só come capim, não faz compras no shopping e não fica grávida?. Ele já sabe o que fazer em caso de traição: é só colocar a cabra no forno e servir no jantar.

Como as igrejas tradicionais se recusaram a celebrar o casamento entre um homem e uma cabra, Castaldo terá sua união celebrada por Toninho do Diabo (foto abaixo), folclórico personagem de Jundiaí. Toninho se diz emissário de Lúcifer na Terra, sendo considerado um dos líderes satanistas do Brasil.

Está enganado quem pensa que a família do aposentado desaprova a união: os oito filhos de Castaldo estarão na igreja, para conhecer a ova madrasta. O único empecilho parece ser o vestido. Carmelita mastigou a primeira versão da roupa confeccionada para ela.

Fonte: Blog do Coveiro