Deputado estava embriagado em acidente que matou 2, diz IML

O sangue foi coletado no Hospital Evangélico para exames solicitados pela Delegacia de Delitos de Trânsito

Exame de sangue feito pelo Instituto Médico Legal (IML) do Paraná indicou que o deputado estadual Fernando Ribas Carli Filho estava embriagado no acidente que resultou em dois jovens mortos no dia 7 de maio em Curitiba. Segundo o IML, o deputado tinha 7,8 decigramas de álcool por litro de sangue, enquanto que, pelo Código de Trânsito, a quantidade de 6 decigramas por litro já é considerada infração. As informações são da Agência Estadual de Notícias, do governo do Estado.

O sangue foi coletado no Hospital Evangélico para exames solicitados pela Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran). A coleta da amostra, segundo a agência, foi feita cerca de duas horas após o acidente.

O processo contra o deputado é presidido pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça, mas a Dedetran está mantida para a realização das investigações. Para o andamento do processo, restam ainda resultados de outros laudos periciais, como o feito no local do acidente, além da necropsia das vítimas.

O acidente ocorreu na madrugada de 7 de maio na esquina das ruas Monsenhor Ivo Zanlorenzi com a Paulo Gorski, no bairro Mossunguê. O Passat do deputado colidiu contra o carro das vítimas, que estava na Paulo Gorski e fazia uma conversão para a esquerda para a outra via, onde estava o veículo de Carli Filho.

Fonte: g1, www.g1.com.br