Detento sofre infarto e morre na Penitenciária de Picos

Reginaldo teria sofrido um infarto do miocárdio na noite de segunda-feira e vindo a falecer na terça-feira

O detento Raimundo Reginaldo da Silva, aproximadamente 40 anos, morreu na madrugada de ontem, na Penitenciária Regional ?José de Deus Barros?, em Picos. Ele estava preso há mais de um ano acusado de agressões físicas e ameaças contra sua companheira identificada como Sônia.

Reginaldo teria sofrido um infarto do miocárdio na noite de segunda-feira e vindo a falecer na terça-feira. Por determinação da direção do presídio, o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), em Teresina, para ser submetido a perícia. Um irmão dele acompanha o procedimento.

Natural de Quixadá, no Ceará, Reginaldo residia na cidade de Santo Antonio de Lisboa quando foi preso e recambiado para a Penitenciária Regional de Picos. Na época, ele foi acusado de agressão contra a sua companheira, mas como já respondia a outros processos permaneceu detido.

Os pais de Reginaldo moram em Santo Antonio de Lisboa e já foram comunicados do ocorrido. Após os exames de praxe o corpo deve ser liberado para a família providenciar o sepultamento.

O sargento PM Gomes, responsável pelo GPM de Santo Antonio de Lisboa, disse que tomou conhecimento da morte de Reginaldo através do diretor da Penitenciária Regional ?José de Deus Barros?. O mesmo teria informado que o detendo morreu de infarto, mas tinha decidido levar o corpo para o IML para não deixar dúvidas de que a morte foi de causas naturais.

Fonte: Mural da Vila