Detentos reduzem pena fazendo Horta Comunitária em Esperantina

Produção da referida Horta, é utilizado na própria alimentação

Vários detentos da Penitenciaria Regional Luís Gonzaga Rebelo do município de Esperantina, vem reduzindo suas penas através de trabalhos realizados com Hortas Comunitárias no interior do próprio presidio.

De acordo com o diretor daquele sistema penitenciário, Agnaldo Matos Lima, para cada dia de trabalho realizado na Horta, o presidiário terá um dia reduzido na sua pena.

Agnaldo Lima, informou que além da redução na pena e da ocupação funcional, toda a produção da referida Horta, é utilizado na própria alimentação dos detentos.

O diretor falou que além do trabalho na Horta Comunitária, os detentos passam o dia cuidando da criação de várias galinhas e codornas.

Agnaldo disse que são cultivado diversos tipos de produtos, a exemplo, de cebola, coentro, couve, melão e outros tipos de verduras.“Esse é um trabalho que sem sombra de dúvidas está dando certo na nossa gestão e que com certeza vem modificando a personalidades dos detentos”, disse o diretor.

Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title
Image title

Fonte: Jornal Esp