Detran esclarece sobre obrigatoriedade de placa refletiva em veículos

As placas de motocicletas também foram alteradas pela resolução, tendo sua altura modificada

O uso da placa refletiva, atendendo à Resolução 372 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), já é uma realidade no Piauí, mas sua obrigatoriedade ainda causa dúvida em muitos proprietários quando chega o momento da renovação anual do licenciamento.

Equivocadamente informados por alguns fabricantes, muitos donos estão trocando suas placas mesmo não estando enquadrados nos quesitos mandatórios. Dessa forma, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) reforça que as tarjetas refletivas só são imperativas para os veículos novos que forem emplacados pela primeira vez e para os usados que forem transferidos de município.

A medida, que visa facilitar a fiscalização e aumentar a segurança no trânsito, é facultativa aos demais casos. ?O cidadão que emplacou seu carro antes do dia 1º de abril, data do início da vigência da resolução, mas que deseja substituir a placa antiga por um modelo refletivo, tem toda a liberdade de fazê-lo, mas essa escolha tem que ser espontânea, e não fruto de uma informação equivocada?, esclarece o diretor geral do Detran-PI, José Antonio Vasconcelos.

As placas de motocicletas também foram alteradas pela resolução, tendo sua altura modificada de 13,6cm para 17cm, e o comprimento de 18,7cm para 20cm. Com isso, aumentou também o tamanho de letras e números, com exceção da cidade de origem: de 4,2cm para 5,3cm de altura - quase do tamanho das placas de automóveis.

O Detran-PI alerta ao usuário que, em caso de dúvida, procure um dos postos do órgão para mais esclarecimentos.

Fonte: CCOM