Greve: Usuário revela que já pagou propina para o Detran

Greve: Usuário revela que já pagou propina para o Detran

70% dos funcionários que continuam exercendo a função no órgão já atingiram a idade para a obtenção da aposentadoria

Depois de três anos de lutas frustradas pela conquista do Plano de Cargos, Carreiras e Salários, os funcionários do Departamento de Trânsito (Detran-PI) resolveram entrar em greve. A decisão fez parar completamente todos os serviços.

?O meu documento vence dia 29, domingo, portanto, eu teria que resolver hoje, e aí, como é que fica? Eles dizem que a greve é 100% legal. Eles já não fazem nada! O negócio aqui é propina para poder funcionar?, diz um usuário durante entrevista à rede Meio Norte confessando que já pagou propinas para ser atendido em outros momentos.

Em resposta a questionamentos do gênero o site do Detran informa que os proprietários que aguardam documentos em suas residências devem procurar o setor de triagem dos Correios, localizado na Avenida Valter Alencar, para solicitar o recebimento. ?Mesmo com a greve dos Correios os documentos têm sido emitidos. Há uma equipe que trabalha normalmente na triagem para possibilitar a entrega aos donos de veículos?, disse o diretor de Registro e Licenciamento do Detran, Edilberto Borges.

Apesar da greve dos Correios, o órgão assegura que algumas entregas têm sido garantidas para a população, como cartões de vestibular do Enem e documentos do Detran.

Dados obtidos do Detran-PI apontam que 70% dos funcionários que continuam exercendo a função no órgão já atingiram a idade para a obtenção da aposentadoria, a razão, segundo os grevistas, está na pendência da criação do Plano.

Fonte: Denison Duarte