Devido atrasos na entrega, estoque de vacinas é reduzido no Estado do Piauí

Devido ao atraso na entrega dos produtos por causa dos fornecedores, o estoque de vacinas em todo o Piauí está reduzido

O estoque de vacina está reduzido nos postos de saúde, neste mês, devido a atraso de entrega do material por parte laboratórios produtores. A situação atinge todo o estado do Piauí, e crianças são as mais prejudicadas.

Segundo Doralice Lopes, coordenadora de Imunização da SESAPI, a queda da quantidade de cada vacina é muito relativo, depende de cada tipo, já que a produção destas é realizada em diferentes laboratórios.

Neste mês, por exemplo, não houve entrega de vacinas tetravirais, responsáveis pelo combate de doenças como sarampo, rubéola, caxumba e catapora.

Como medida preventiva já foi feito um levantamento da quantidade de vacinas em cada município para que ocorra remanejamento de acordo com a demanda de cada região para tentar equilibrar a situação em todo o estado.

Este problema atrasa o calendário de vacinas das pessoas, as quais ficam vulneráveis. No Piauí, há mais de 70.000 crianças com menos de um ano de idade e que devem ser vacinadas praticamente todo mês.

Além das crianças, ainda há um grande número de gestantes para serem vacinadas. ?O Ministério de Saúde já tomou providências em relação à situação.

Mas, neste mês teremos que trabalhar com o número reduzido de vacinas e com o que sobrou do estoque do mês passado. Pode ser que pessoas não encontrem as vacinas que precisam?, afirma Doralice.

Fonte: Nadja Uchôa