Dez feridos de incêndio recebem alta, mas 109 seguem internados

Dez feridos de incêndio recebem alta, mas 109 seguem internados

Para ajudar no tratamento dos feridos, lotes de um medicamento indicado para o tratamento de intoxicação por gás chegaram ao Brasil.

Dez pacientes do incêndio da boate Kiss, em Santa Maria, receberam alta do hospital entre a noite de sexta-feira (1) e a manhã deste sábado (2). Agora são 109 as pessoas internadas em hospitais do Rio Grande do Sul, segundo a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul. A tragédia provocou a morte de 236 pessoas.

São 53 pessoas internadas em Santa Maria, sendo 29 em UTI e oito respirando por ventilação mecânica. Em Porto Alegre, 51 pacientes estão hospitalizados, sendo 44 em UTI e 33 precisando de respiração assistida. Ainda são mais três pacientes em Canoas, dois com ventilação mecânica, um em Caxias do Sul, também precisando de auxílio na respiração, e uma pessoa sendo atendida em Ijuí.

Para ajudar no tratamento dos feridos, lotes de um medicamento indicado para o tratamento de intoxicação por gás chegaram ao Brasil na manhã deste sábado (2). A expectativa do Ministério da Saúde é a de que as doses, chamadas de "antídotos", anulem os possíveis efeitos tóxicos do cianeto no organismo.

Os 140 kits do medicamento hidroxicobalamina (vitamina B12 injetável) serão transportados em uma caixa por um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) até Porto Alegre e Santa Maria, onde serão distribuídos aos hospitais em que há sobreviventes internados.

Chamado de ?antídoto de gás tóxico?, a hidroxicobalamina ainda não está aprovada no Brasil, que possui apenas uma versão similar, porém menos concentrada. Os medicamentos foram doados pelos Estados Unidos.

Fonte: G1