THE: Diabéticos vão receber remédios grátis, diz Sesapi

THE: Diabéticos vão receber remédios grátis, diz Sesapi

A Sesapi começou a distribuir os chamados medicamentos de segunda linha para pessoas com diabetes

A partir do dia 1º de abril os portadores de diabetes acompanhados pelo município de Teresina terão a medicação, chamados de segunda linha, entregue pela Farmácia de Medicamentos Excepcionais do Estado, deixando de ser entregue pelo município.

Em Teresina mais de 16 mil diabéticos estão cadastrados no programa Saúde da Família. Cerca de 5% deste valor não respondem bem ao tratamento na primeira linha de cuidados e por isso precisam receber os de segunda linha, pelo menos a cada dois meses.

Diretor de ações assistenciais da Fundação Municipal de Saúde, Francisco de Pádua, afirma que a Prefeitura continua prestando atendimento à população diabética e distribuindo os medicamentos de primeira linha, realizando também ações de atenção estratégica sobre diabetes, fazendo campanhas de prevenção de novos casos, diagnóstico precoce dentre outras.

Segundo ele, o que mudou foi a reprogramação de recebimento de medicamentos para portadores de diabetes em Teresina com base numa nova política foi pactuada pelo estado e município.

?O município vai disponibilizar só a primeira linha de medicamentos e cuidados, como a insulina NTH e a regular; os antidiabéticos orais e também quando necessário e quando há indicação médica distribui os equipamentos que medem o nível de glicemia no sangue, os glicosímetros?, explica Pádua e menciona que também é responsabilidade do município disponibilizar especialistas para o atendimento, tais como nutricionista, dermatologista, angiologista, dentre outros.

O município prometeu também inaugurar o Centro de Referência do Diabético, numa ala do Lineu Araújo, que vai prevenir complicações ao portador do diabetes.

A previsão é que seja inaugurado em agosto. ?Já foi feita licitação, já foi dada ordem de serviço para construtora e as obras devem estar começando a qualquer momento?, declara.

Para o diretor esta mudança na distribuição de medicamentos e a chegada do Centro vai melhorar muito a rede de atendimento de que o diabético necessita. ?Isso vai ser um ganho para a cidade e é uma vitória para saúde pública mo estado do Piauí. Isso vai trazer muito benéfico e vai melhorar a qualidade de vida e o atendimento do portador?.

Jeane Melo, presidente da Associação de Diabéticos do Piauí (Adip) afirma que estava satisfeita com a dispensação de medicamentos feita pela Prefeitura e apesar de não saber o que esperar do novo sistema, anseia que ele mantenha a qualidade de atendimento. ?Na verdade esse é um momento de interrogação. Espero que continue igual. Tudo é uma experiência.

No Lineu os diabéticos foram muito bem atendidos com regularidade, serviço humanizado. Gostaríamos que esse cuidado continuasse?, destaca.

Para esclarecer aos diabéticos sobre a mudança, a Adpi está elaborando um panfleto para esclarecer tudo que mudou. No dia 05 de abril, Jeane informa que haverá uma reunião no Sindicato dos Médicos com o diretor de assistência farmacêutica do estado, para os devidos esclarecimentos ?Não pode haver descontinuidade no atendimento e nossa esperança é que a alteração sirva de estimulo e vá para os 224 municípios. Afinal, tratar o diabético da forma adequada é uma economia?.

Fonte: Vicente de Paula