Dilma libera R$ 780 milhões para municípios atingidos por chuvas

Do total, R$ 700 mi serão transferidos para Integração Nacional.

A presidente Dilma Rousseff assinou na noite desta quarta-feira (12) uma medida provisória que destina R$ 780 milhões para os municípios do Rio de Janeiro e São Paulo atingidos pelas chuvas. Parte desses recursos pode vir a ser transferida a outros estados, no caso de novos desastres naturais.

saiba mais

Do total, R$ 700 milhões, serão destinados ao Ministério da Integração para aplicação em ações da Defesa Civil, sendo R$ 100 milhões apenas para prevenção de desastres naturais.

O Ministério dos Transportes receberá R$ 80 milhões para aplicar na recuperação de rodovias afetadas por enchentes e desabamentos. De acordo com o Planalto, a MP deve ser publicada no Diário Oficial nesta quinta (13).

Às 10h desta quinta, Dilma vai sobrevoar a região serrana do Rio de Janeiro para avaliar os estragos provocados pelas chuvas. Os ministros da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e de Relações Institucionais, Luiz Sérgio, já estão no estado.

Dilma conversou nesta quarta por telefone com o governador do Rio, Sérgio Cabral, e ofereceu apoio dos ministérios da Integração, Defesa e Saúde. Medicamentos e recursos da Defesa Civil já foram disponibilizados. Ela também conversou com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sobre os danos causados pelas chuvas no estado.

Segundo a assessoria do Planalto, a presidente colocou o governo federal à disposição e vai auxiliar, conforme a demanda, por meio dos ministérios. Mais de 230 pessoas morreram nesta semana na região serrana do Rio de Janeiro em decorrência de desabamentos.

Em Teresópolis, a cidade mais atingida, morreram 122 pessoas no que o governo do estado chegou a classificar como a tragédia da história da cidade. Em Nova Friburgo, morreram 97 pessoas, de acordo com o último informe dos bombeiros. Em Petrópolis, os mortos são 18 pessoas.

Fonte: g1, www.g1.com.br