Profissionais do HU pedem demissão coletiva; entenda!

Profissionais do HU pedem demissão coletiva; entenda!

O pedido representa um protesto em razão da subutilização do hospital, que funciona desde 2012, após a realização de uma ampla reforma.

A Direção do Hospital Universitário (HU) e a equipe médica do local deverão assinar a qualquer momento o pedido de demissão coletiva, feito por profissionais da instituição. O pedido representa um protesto em razão da subutilização do hospital, que funciona desde 2012, após a realização de uma ampla reforma.

Apesar do reequipamento a instituição continua enviando pacientes para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). O concurso público realizado em 2013 para contratação de servidores de níveis médio e superior resultou em muitos profissionais parados, em virtude da falta de utilização de boa parte da estrutura do hospital.

Informações obtidas apontam que das 200 enfermeiras que fazem parte do quadro de funcionários do local apenas 60 estão em atividade.

A situação de abandono das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) é outra situação que incomoda aos profissionais do HU. A realidade aponta para o funcionamento de apenas 10 UTI`s, enquanto outras dez estão sem utilização.

Enquanto isso, outra realidade do HUT aponta para uma lotação com pacientes em macas nos corredores, muitas vezes sem atendimento. Funcionários afirmam que o problema do HU não é financeiro e sim burocráticos e administrativos, considerando que o Sistema Único de Saúde repassa R$ 2 milhões por mês à instituição.

Fonte: Denison Duarte