Diretor dos serviços de inteligência dos EUA renuncia

A saída de Blair - cercada de rumores - foi tornada pública após seu encontro com Obama na Casa Branca

O diretor nacional dos serviços de inteligência americanos, o almirante Dennis Blair, comunicou nesta quinta-feira ao presidente Barack Obama sua renúncia ao cargo, que será efetiva a partir do dia 28 de maio, segundo um comunicado.

A saída de Blair - cercada de rumores - foi tornada pública após seu encontro com Obama na Casa Branca, em uma conversa que provocou uma grande mudança na inteligência, após diversas falhas e ataques frustrados de extremistas em território americano.

"É com profunda tristeza que informei ao presidente hoje que vou renunciar ao cargo de diretor nacional dos serviços de inteligência a partir do dia 28 de maio", disse Blair.

"Eu não tive honra maior ou prazer que liderar os notáveis talentos, homens e mulheres, da Comunidade de Inteligência".

"Todos os dias, vocês trabalharam incansavelmente para disponibilizar suporte de inteligência para duas guerras e para prevenir um ataque em nossa terra". "Vocês são verdadeiros heróis, como os membros das Forças Armadas, bombeiros, e policiais cujos trabalhos mantêm nossa nação segura"

"O trabalho de vocês dos últimos 16 meses tornou a Comunidade de Inteligência mais integrada, ágil, e representativa dos valores americanos", concluiu Blair.

Fonte: g1, www.g1.com.br