Diretor realiza campanha que revela a verdadeira dor de um estupro; vídeo

As últimas estatísticas de segurança pública no Brasil apontam que os casos de estupro superaram os de homicídios dolosos.

Será possível imaginar a verdadeira dor de um estupro? O diretor Steve Gordon fez uma tentativa e conseguiu causar tanto desconforto que a peça, depois de editada, não foi aprovada pelo cliente para ir ao ar.

Nela, uma mulher é estuprada enquanto seu marido é obrigado a assistir, ameaçado por uma arma. O conteúdo é pesado. “Horrível, feio, brutal”, descreve. “A humanidade no seu pior”, resume. Apesar de ser uma obra de ficção, a história é real. Para ajudar financeiramente quem luta por essa causa, ele criou o blog Ação Contra a Violência e listou organizações que ajudam meninas e mulheres, filhas, irmãs, mães, avós e amigas, que foram, e continuam a ser, atacadas brutalmente a cada dia.

As últimas estatísticas de segurança pública no Brasil apontam que os casos de estupro superaram os de homicídios dolosos (ou seja, com intenção de matar), com 50.617 ocorrências ante 47.136 assassinatos, em 2012.

Os Estados com as maiores taxas de estupro para cada 100 mil habitantes foram Roraima, Rondônia e Santa Catarina. Já as taxas mais baixas se concentraram na Paraíba, no Rio Grande do Norte e em Minas Gerais, mas convém lembrar que esse tipo de crime muitas vezes não é levado à polícia, o que prejudica o cálculo de ocorrências.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Catraca Livre