Dirigir sem a CNH foi a infração mais cometida em outubro

A maioria se configura como gravíssimas, 326 casos.

O Mapa Geral de Infrações de Trânsito da Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran) aponta o registro de 449 infrações em Teresina durante o mês de outubro. Foi constatada uma diminuição do número de infrações em relação ao mesmo mês do ano passado, que teve 575 notificações. A maioria se configura como gravíssimas, 326 casos. As consideradas graves atingiram 23 registros e ainda houve 13 infrações médias e 87 leves.

A infração mais cometida pelos condutores foi "dirigir veículo sem possuir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH)", com 109 notificações. Com 88 registros, "Conduzir veículo não registrado ou devidamente licenciado" foi a segunda infração mais cometida. Em terceiro, "Conduzir veículo sem os documentos de porte obrigatórios" aparece com 79 casos.

Em comparação a outubro de 2014, nota-se uma mudança nas estatísticas, já que no ano passado, a infração mais cometida foi "Conduzir moto sem capacete ou sem acessório de segurança", com 171 ocorrências.

"Acreditamos que essa mudança seja fruto das campanhas de educação no trânsito que realizamos durante todo o ano. Dentre as ações, realizamos palestras educativas em escolas e empresas, além de blitzen educativas alertando para a importância de utilizar os itens de segurança", explica Jeovanna Moura, diretora da Escola Piauiense de Trânsito (EPT) do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI).

Fiscalização

Em paralelo às atividades educativas da EPT, o Detran-PI realiza blizen de fiscalização para garantir que os condutores cumpram com as normas de trânsito.

De acordo com o diretor de infrações do órgão, Levi Gomes, essas blitzen têm sido intensificadas por entender que elas garantem a segurança no trânsito. "Ao saber que pode ser parado em uma blitz, o condutor toma o cuidado de lembrar-se de usar o item de segurança, de andar no limite permitido de velocidade e de portar sua documentação e a do carro. Fazendo isso, ele garante um trânsito mais seguro para ele e para todos", ressalta Levi.

Image title


Fonte: Ascom