Divórcio faz bem à vida financeira de mulheres, segundo pesquisa

Divórcio faz bem à vida financeira de mulheres, segundo pesquisa

De acordo com o estudo, 45% delas se concentram mais expandir suas riquezas.

Cerca de 62% das mulheres milionárias divorciadas têm uma vida financeira melhor desde que se separaram do marido, indica pesquisa realizada com 1.500 investidoras pela consultoria americana Spectrem.

De acordo com o estudo, 45% delas se concentram mais expandir suas riquezas, enquanto 51% dos homens milionários e 58% das viúvas são mais focados em proteger a fortuna do que ampliar os investimentos. Apenas 17% das milionárias que deixaram seus maridos se descrevem como investidoras conservadoras, quase a metade da porcentagem de viúvas (31%) que se mostram da mesma forma.

"Nas entrevistas pessoais, muitas mulheres ricas recentemente separadas disseram que estão melhores com relação a dinheiro e investimentos do que os ex-maridos", diz George Walper, presidente do Spectrem. Como 49% das divorciadas seguem trabalhando, elas sentem-se confiantes em seus futuros e na habilidade de fazer suas riquezas crescerem, completou.

De acordo com o Censo dos EUA, os ricos tendem a se divorciar menos que a média dos americanos. Em 2010, registrou-se que 10,4% dos adultos estavam divorciados, enquanto entre pessoas com patrimônio entre US$ 1 e 5 milhões a parcela foi de 7%. No caso dos com patrimônio entre US$ 5 e 25 milhões, eram 9% divorciados.

Muitas separadas também dizem que passaram a sentir-se melhor com o fim de seus casamentos. Cerca de 77% das entrevistadas disseram ter uma saúde mental e emocional muito melhor desde então.

Fonte: Terra