Doméstica que morreu em queda foi alertada:"Pedi para ter cuidado"

Doméstica que morreu em queda foi alertada:"Pedi para ter cuidado"

Empregada doméstica morreu após cair do 1º andar de prédio em Santos

A empregada doméstica que caiu do primeiro andar de um prédio em Santos, no litoral de São Paulo, enquanto limpava uma janela, foi avisada por vizinhos do risco que corria. Pouco antes do acidente acontecer, um morador do prédio chegou ao local e pediu que Maria José da Silva, de 51 anos, saísse da janela.

Segundo o aposentado João Rodrigues, a empregada estava pendurada quando o acidente aconteceu. "Hoje mesmo, quando cheguei no prédio, pedi para ela tomar cuidado. Pouco tempo depois eu ouvi o barulho. Corri para ver o que tinha acontecido e, quando cheguei, encontrei ela sangrando", conta.

De acordo com testemunhas, Maria José estava em uma escada quando se desequilibrou e caiu em um corredor na lateral do prédio, na direção do apartamento. O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender a ocorrência mas, quando chegou ao local, a empregada já estava morta.

A doméstica estava de folga quando o acidente aconteceu. Ela trabalhava há 15 anos na casa do auditor Sebastião Moreira. Quando estava de folga, ia até o apartamento de uma idosa para ajudar com a limpeza. Assim que soube do acidente, Moreira saiu do trabalho e foi até o local. "Hoje era o dia de folga dela. Ela só estava no prédio para lavar as janelas de uma senhora. Foi uma fatalidade. Essa mulher criou os meus filhos. Ela era uma guerreira", conta.

Do lado de dentro do imóvel, a perícia encontrou um balde, a escada e uma escova. Maria José fazia faxinas ocasionais no apartamento. A dona do imóvel passou mal após receber a notícia de que a empregada estava morta e precisou ser hospitalizada.

Fonte: G1