Dono da casa invadida por onça diz que só queria salvar as netas

Morador deu de cara com animal ao sair para trabalhar no interior de SP.

O morador de Presidente Epitácio, no interior de São Paulo, que encontrou uma onça em sua casa na segunda-feira (25), disse que sua primeira reação foi proteger suas duas netas. ?Quando vi a onça, entrei de novo na casa e acordei minha esposa. Nós trancamos tudo. Foi grande o susto de proteger não só as minhas crianças, mas as dos vizinhos também, pois bicho não tem juízo, é irracional?, diz o operário Carlos Alberto da Costa e Silva, de 49 anos.



Segundo Costa e Silva, ele foi colocar o saco de lixo para a coleta fora da sua casa, na Rua Antônio Marinho de Carvalho Filho, por volta das 6h30 da segunda-feira e deixou o portão aberto. Na volta, ele diz ter visto a onça correndo na rua, entrando pelo portão e deitando no seu quintal. "Eu quis proteger as crianças, pois na minha casa tem uma recém-nascida e uma de 5 anos, então tranquei tudo", afirma o operário, avô das garotas. Depois de ter fechado todas as portas, ele entrou com contato com o Corpo de Bombeiros.

Apesar do susto, o operário diz que a onça permaneceu deitada e não tentou atacar ninguém. ?Ela não deu trabalho. E nós não fizemos barulho para ela não se assustar.? Além disso, Costa e Silva afirma que o animal, uma suçuarana adulta de cerca de 80 kg, parecia estar cansada. ?No período do dia ela quer se esconder para dormir, apenas queria sossego.?

Para o operário, o animal saiu da margem de um rio próximo a sua casa. ?Foi uma coisa diferente, que nunca tinha acontecido aqui na região. Um animal desses sair andando assim pela cidade... Mas graças a Deus que não aconteceu nada com ninguém."

Os bombeiros e a Polícia Ambiental usaram dardos de tranquilizantes para retirar a onça do quintal da casa por volta das 14h. Ela foi solta no Parque Estadual Morro do Diabo, em Teodoro Sampaio, após passar por uma avaliação de um veterinário.

Fonte: G1