Drogas: Ministro vai receber entidades terapêuticas do PI

Drogas: Ministro vai receber entidades terapêuticas do PI

Um avanço na relação Governo e sociedade nas políticas voltadas para o tratamento de dependentes

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, irá receber representantes da Federação das Comunidades Terapêuticas, acompanhados do senador Wellington Dias (PT)

Um avanço na relação Governo e sociedade nas políticas voltadas para o tratamento de dependentes químicos: o governo não só reconhece, mas vai estreitar o diálogo com as comunidades terapêuticas.

Na próxima quinta-feira, 03, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, confirmou que irá receber representantes da Federação Brasileira de Comunidades Terapêuticas, acompanhados do senador Wellington Dias (PT-PI), que tem apresentado esse tema como uma das prioridades do seu mandato.

Além da audiência com o ministro, onde trocou idéias sobre a experiência do Piauí nesta área, o senador comentou, durante discurso no Plenário do Senado, sobre matéria do telejornal Bom Dia Brasil, da tevê Globo, mostrando usuários de crack em Brasília que estão utilizando bueiros, na cidade de Ceilândia, no Distrito Federal, para consumir a droga. Segundo a reportagem, alguns dos viciados já perderam tudo o que tinham, passaram a morar na rede de esgoto.

O senador anunciou que na primeira semana de trabalho no Senado apresentou requerimento criando a Frente Parlamentar de Políticas sobre Álcool e Drogas e tratamento dos dependentes químicos.

?Muitas vezes se olha a questão da droga apenas pelo lado policial, do combate aos traficantes através de ações das Polícias Federal, Militar e Civil.

Se dá menos destaque ao tratamento do dependente químico, a como estabelecer políticas públicas para dar maior atenção a essas pessoas. A matéria da Globo e a proposta da Frente Parlamentar vão nesse sentido?, afirmou Wellington Dias.

Para ilustrar a situação de abandono e desesperança que atinge essas pessoas, o senador citou o depoimento de um viciado: ?o que mais sonho na minha vida é poder andar de cabeça erguida, e não como um bicho, como um resto?.

Frente Parlamentar - A frente parlamentar requerida pelo senador tem como objetivo principal debater com a sociedade civil o tema da dependência do álcool e drogas.

Ela deverá apresentar propostas para os executivos federal, estadual e municipal. Também é missão da frente sugerir proposições legislativas que visem à prevenção ao consumo de álcool e drogas no Brasil e ao tratamento dos dependentes químicos.

Wellington Dias apresentará outro requerimento propondo a criação de uma subcomissão, no âmbito da Comissão de Assuntos Sociais (CAS), para apresentar alternativas que para solucionar o problema da proliferação das drogas, a qual o senador classificou como ?epidemia?.

Por outro lado, ele elogiou o anúncio feito pela presidente Dilma Rousseff de estabelecer parceria com 49 universidades públicas federais e estaduais para capacitar 14.700 profissionais no atendimento aos viciados.

Fonte: Jornal Meio Norte