Lamentável como tratam o lixo em THE, diz secretário

Lamentável como tratam o lixo em THE, diz secretário

O lixão de Teresina, na realidade é um aterro controlado e o que precisamos de verdade é de uma central de tratamento de resíduos

O Ministério Público do Piauí (MP) está preocupado com um possível vazamento de resíduos tóxicos no lixão de Teresina, que pode vim afetar a saúde de catadores e pessoas que passam o dia no local. O Secretário Municipal de Meio Ambiente da Prefeitura de Teresina, Deocleciano Guedes falou com o meionorte.com na tarde dessa quinta (24) sobre a real situação do local e disse que a preocupação do MP é pertinente.

?O lixão de Teresina, na realidade é um aterro controlado e o que precisamos de verdade é de uma central de tratamento de resíduos, para isso era necessário a implantação de duas novas empresas especializadas em Teresina. A preocupação do MP é relevante, uma vez que, de fato é preciso um monitoramento maior, mais eficaz e diferenciado. É lamentável como tratam o lixo aqui?, afirmou o secretário.

A Prefeitura de Teresina, na tentativa de diminuir os riscos de contaminação para os catadores que vivem no local, determinou que os lixos hospitalares fossem destinados para outro local. Segundo Deocleciano Guedes outra preocupação da prefeitura é a implantação de cédulas por baixo da terra para proteger os impactos negativos do lençol freático.

Fonte: Waldelúcio Barbosa