0,1%: Emprego na indústria volta a crescer, mas em taxa pequena

Apesar da leve alta registrada na variação mensal, de janeiro para fevereiro, o emprego industrial recuou 0,7% em relação ao mesmo mês de 2011.

O emprego na indústria brasileira variou 0,1% em fevereiro, na comparação com o mês anterior, segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em fevereiro, a produção da indústria brasileira apresentou crescimento de 1,3%, na comparação com o mês anterior, que havia registrado queda de 1,5%.



Apesar da leve alta registrada na variação mensal, de janeiro para fevereiro, o emprego industrial recuou 0,7% em relação ao mesmo mês de 2011. Esse foi o quinto resultado negativo consecutivo nesse tipo de confronto e o mais forte desde janeiro de 2010 (-0,9%). O índice acumulado nos últimos 12 meses avançou de 3,9% em fevereiro de 2011 para 0,5% no mesmo mês deste ano.

A pesquisa mostra que o número de horas pagas aos trabalhadores da indústria cresceu 1,3% sobre janeiro, após queda de 0,1% em janeiro. Na comparação anual, a taxa teve queda de 0,8%, a sexta negativa seguida nesse tipo de confronto, mas a menos intensa desde setembro último (-0,5%). No primeiro bimestre, a taxa recuou 1,1% e, em 12 meses, 0,2%.

Fonte: G1