1º na pesquisa aumenta preço e cai para 3ª posição na auditoria do Jornal MN

1º na pesquisa aumenta preço e cai para 3ª posição na auditoria do Jornal MN

Os R$ 5,65 a mais nos produtos da cesta fizeram com que o Atacadão caísse duas posições

Contrapondo-se ao resultado da pesquisa feita no início da semana, o Atacadão apareceu em penúltimo no ranking e teve a maior variação percentual, já que ele teve maior mudança nos valores dos preços checados.

Com soma total dos produtos na checagem de R$ 50,39, ele teve uma variação de 12,63%, o que representa R$ 5,65 a mais que a soma dos mesmos itens pesquisados na segunda-feira.

Quem ocupa o primeiro lugar é o Maxxi, principal concorrente do Atacadão. Este estabelecimento apresentou valor de R$ 44,73 e uma pequena variação de 1,29 %, apenas R$ 0,57 a mais que o valor obtido no início da semana.

O segundo lugar é ocupado pelo Makro, que nesta auditoria teve soma dos produtos de R$ 49,54. Ele teve uma variação percentual de 2,27%, que corresponde a R$ 1,10 a mais do que o valor encontrado na pesquisa.

Com soma geral dos produtos checados de R$ 52,25, o Carvalho Mercadão foi o último colocado na auditoria, pois foi o estabelecimento que apresentou um valor mais elevado dos produtos na checagem. Com variação de 7,95%, ele teve um acréscimo de R$ 3,85 no valor dos produtos checados.

SUPERMERCADOS - Nesta semana houve uma mudança no ranking da checagem. O primeiro lugar que, na maioria das vezes, é do Extra, agora foi ocupado pelo Comercial Carvalho que chegou ao total de R$ 186,05 e uma variação de preços de -1,41%. Isso demonstra que este supermercado baixou os seus preços durante esta semana e firmou-se como o estabelecimento mais barato para o consumidor.

Em segundo lugar vem o Hiper Bom Preço, com um total de R$ 192,25 e a menor variação percentual (-1,33%). Ou seja, foi o estabelecimento que menos variou os preços dos produtos checados. A diferença entre este supermercado e o primeiro colocado ficou no valor de R$ 6,20.

Enquanto isso, o Pão de Açúcar chega à terceira colocação com a soma no valor de R$ 198,25 e variação percentual de 4,82%. Já o Extra aparece no ranking desta auditoria em último lugar com o valor de R$ 199,02 para o total de produtos checados. Em relação à variação percentual de seus preços, o supermercado fechou a semana também com o maior índice (9,66%).

Ou seja, foi o estabelecimento mais caro da checagem e também o que mais variou os preços dos seus produtos no decorrer da semana. A diferença entre este supermercado e o Comercial Carvalho (primeiro colocado) ficou no valor de R$12,97.











Fonte: Aline Damasceno e Flávia Araújo