2º semestre: confiança da indústria atinge melhor nível

Empresários estão mais otimistas com o aquecimento da economia no final do ano

A confiança dos empresários da indústria brasileira na economia aumentou 1,6% em dezembro em relação a novembro, foi para 114,5 pontos, em uma escala que vai de zero a 200 pontos, devido ao aumento no consumo neste final de ano. Esse é o maior nível do segundo semestre, conforme pesquisa divulgada nesta terça-feira (28) pela FGV (Fundação Getúlio Vargas).

"A média do ICI (Índice de Confiança Industrial) no último trimestre dsupera a do terceiro trimestre de 2010, mas fica abaixo do primeiro e segundo trimestres deste ano", afirma a FGV, em nota.

O componente de expectativas, que reflete o otimismo dos empresários na indústria, subiu 1,9%, chegando a 112,8 pontos, mesmo nível atingido em outubro. O componente de situação atual, que mostra a expectativa imediata na economia, avançou 1,3%, alcançando 116,2 pontos, o maior nível desde julho.

"O resultado positivo deste quesito foi influenciado pelo movimento de redução da parcela das empresas que avaliaram a situação dos negócios como fraca, que passou de 13% em novembro para 4,7% em dezembro", acrescenta a FGV.

A pesquisa mostrou ainda que o nível de utilização da capacidade instalada da indústria, que demonstra a movimentação do setor, aumentou para 84,9% em dezembro.

Fonte: R7, www.r7.com