70 municípios tiveram perda total da produção no Piauí

O balanço aponta ainda que o cerrado foi a região que menos teve a produção afetada

O Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias do Piauí (GCEA) se reuniu na última quinta-feira para aprovar o Levantamento da Safra Agrícola do Piauí até abril de 2012. O encontro aconteceu na Associação Piauiense de Municípios (APPM) e contou com a participação de representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Emater, Adapi e APPM.

Os números que apontam as perdas e ganhos da agricultura só serão divulgados no dia 10 de maio. Segundo Pedro Andrade, coordenador do GCEA e membro do IBGE, já é possível adiantar que os dados não são otimistas e possuem elevados percentuais de perda no semiárido.

Ele acredita que após a divulgação dos números o Governo Estadual e as Prefeituras terão mais facilidade para garantir políticas públicas para o Estado, principalmente, para a região do semiárido que teve os maiores danos.

?Cerca de 70 municípios tiveram perda total da produção e o mais penalizado foi o pequeno produtor, com isso a situação se agrava mais. A economia das famílias do semiárido foi muito afetada?, afirmou o coordenador do GCEA.

O balanço aponta ainda que o cerrado foi a região que menos teve a produção afetada. Em todo o Piauí apenas a cultura da soja teve excelente produção. Culturas básicas no Estado como arroz, feijão e milho, que também são produzidas no cerrado, apresentaram queda considerável no norte do Estado com perdas superiores a 80%. (S.B.)

Fonte: Savia Barreto