95% dos aposentados brasileiros querem voltar à ativa,diz pesquisa

95% dos aposentados brasileiros querem voltar à ativa,diz pesquisa

Pesquisa revela que quem não quer mais ficar em casa aceitaria convite de trabalho

Falta mão de obra jovem e qualificada no país e cresce, a cada dia, o número de idosos com vontade de trabalhar. O aquecimento do mercado de trabalho brasileiro nos últimos anos animou os profissionais aposentados.

Hoje, com cenário de pleno emprego, apenas 5% dos aposentados não querem voltar a trabalhar, conforme estudo feito no banco de dados de currículos cadastrados no vagas.com.br, da consultoria Vagas Tecnologia. Outros 47% já voltaram à ativa.

?A contratação de idosos é tendência em todo o Brasil. Isso é reflexo da falta de mão de obra capacitada entre os jovens. Além do mais, eles entram cada vez mais tarde no mercado de trabalho?, revela Fernanda Diez, gerente de relacionamento da consultoria.

Na rede SuperPrix, idosos já ocupam alguns postos e um deles pertence a Luíz Ferreira Lins, de 64 anos. Encarregado de hortifruti, ele se aposentou, mas foi convidado a continuar no emprego. ?Estou aqui há 14 anos e não quero nem pensar em ficar em casa. Preciso do dinheiro e vou trabalhar enquanto aguentar?, ressalta.

Algumas empresas dispõem de programas específicos para esses público. Na rede Bob?s, o programa melhor idade criado há 10 anos recebe muitos candidatos. ?O Melhor Idade é um sucesso. Os funcionários mostram tanto profissionalismo que foi implantado um plano de carreira para eles?, explica Marcello Farrel, diretor da marca.

Na rede de lojas Marias & Marias, os idosos são privilegiados. ? Eu prefiro os profissionais com esse perfil. Eles são mais capacitados e experientes?, destaca Marta Beatriz da Cruz, gerente da loja.

Aposentadoria poderá ter revisão

Mais de 400 mil aposentados, que voltaram à ativa, aguardam uma posição dos ministros do Supremo Tribunal Federal sobre o direito à desaposentação. Caso isso aconteça, serão gastos em média R$ 5,8 mil por cada reversão de benefício.

Os trabalhadores com esse perfil precisam ficar atentos. Quem retorna ao mercado de trabalho, mesmo aposentado, continua contribuindo com o INSS e, às vezes, é preciso entrar na Justiça para ter direito à chamada reaposentadoria. ?Os trabalhadores que voltam ao mercado formal são descontados pela contribuição com a Previdência. Estamos em luta para dar o direito de uma aposentadoria mais rentável aos trabalhadores?, destaca João Gilberto, advogado que representa a Federação de Aposentados do Rio (Faaperj).

Previdência libera consulta a revisão por invalidez

Conforme O DIA antecipou em 2012, os 2,3 milhões aposentados, pensionistas e trabalhadores que receberam benefícios por invalidez entre 17 de abril de 2002 até 19 de agosto de 2009 e que foram calculados com erro já podem conferir se estão na lista dos contemplados da ação de revisão e atrasados. O seguro pode acessar o portal www.mps.gov.br e a Central 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 21h. A recomendação do INSS, no entanto, é que o segurado ligue para a Central de Atendimento somente no período da tarde. Para realizar a consulta, será preciso informar o CPF ou Número do Benefício (NB). Caso opte pela consulta pelo NB será exigida, a data de nascimento e a confirmação do nome.

Fonte: O Dia Online