Operadora de planos de saúde Amil é comprada por R$ 6,49 mi

Serão adquiridas 820,7 milhões de ações ordinárias da controladora. Pagamento será realizado à vista na data de fechamento da transação

A americana UnitedHealth Group (UHG) celebrou contrato de compra da JPL, empresa controladora da Amil Participações (Amilpar). Serão adquiridas 820,7 milhões de ações ordinárias da JPL, representando aproximadamente 85,5% do capital da controladora e 58,9% do capital da Amil.

Conforme o contrato, o valor a ser pago pela UHG será de R$ 6,49 bilhões, equivalente a R$ 7,917 por ação ordinária da JPL e R$ 30,750 por ação ordinária da Amilpar, representando um valor de mercado para a Amilpar de R$ 11,02 bilhões.

Por volta das 13h45, a ação da Amil, que não faz parte do Ibovespa, disparava 14,39%, a R$ 28,94. No mesmo horário, o principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) subia 0,77%.

A empresa não informou se, com essa associação, haverá qualquer tipo de mudança para os seus clientes.

O pagamento será realizado à vista na data de fechamento da transação. A operação está condicionada à verificação de determinadas condições suspensivas e aprovação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

O fundador da Amil, Edson de Godoy Bueno, e sua sócia Dulce Pugliese continuarão a ter participação remanescente de 10% na Amil por ao menos cinco anos.

"Nossa união com a UnitedHealth Group nos permitirá trazer avançadas tecnologias, sua tradição de inovação, iniciativas de serviços e programas clínicos para reforçar ainda mais a saúde no Brasil, o que permitirá que a Amil cresça ainda mais rápido e faça mais para cuidar dos nossos pacientes e servir nossos clientes como uma empresa líder no mercado brasileiro," disse, em nota.

Bueno, que seguirá como diretor presidente e presidente do Conselho de Administração da Amil, usará ao redor de US$ 470 milhões, decorrentes da venda de ações da JPL, para adquirir ações da UHG nos EUA, passando a ser o maior acionista pessoa física da empresa norte-americana.

A receita da Amil em 2012 deve chegar a cerca de US$ 5 bilhões, crescimento de 15% sobre o ano passado. O grupo oferece planos de saúde e odontológicos para mais de 5 milhões de pessoas.

A Amil tem rede própria de 22 hospitais e cerca de 50 clínicas, e afirma ter a maior rede credenciada do Brasil com 44 mil médicos, 3,3 mil hospitais, aproximadamente 11 mil clínicas e 12 mil laboratórios e centros de diagnóstico por imagem.

Líder em queixas

De acordo com pesquisa da fundação Procon-SP, de 1º de janeiro a 17 de julho de 2012, o grupo Amil ocupava o topo do ranking das dez operadoras de planos de saúde que mais geraram demandas ao setor de atendimento ao consumidor.

Fonte: G1