Analistas já preveem expansão da economia menor do que 4%

Pessimismo cresce também na população, aponta pesquisa do Datafolha.

Pela primeira vez, analistas consultados pelo Banco Central projetam crescimento da economia abaixo de 4% para 2011, segundo o levantamento semanal Focus. Se confirmada a previsão do mercado (3,96%), o crescimento será o segundo menor em cinco anos, atrás apenas do de 2009, ano seguinte ao do início da crise financeira internacional.



O recuo nas previsões foi motivado pela divulgação de indicadores que mostram desaceleração maior neste ano, principalmente na indústria.

Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo mostra que a população também está preocupada com a economia. O índice dos que apostam em dias piores subiu de 9% para 17%. A maioria (51%) acredita que a inflação continuará subindo.

A pesquisa Focus mostra que o aumento dos juros e as medidas para frear o consumo devem ajudar a conter a inflação neste ano, mas há dúvidas em relação a 2012. A estimativa para o IPCA, índice oficial que serve de meta para o BC, caiu pela sexta semana seguida, para 6,19% em 2011. A projeção está acima do centro da meta (4,5%), mas abaixo do limite de tolerância (6,5%). Para 2012, a estimativa do IPCA subiu de 5,10% para 5,13%, enquanto a previsão para o PIB ficou em 4,1%.

Os economista esperam, ainda, uma nova alta na taxa básica de juros: a previsão é que a Selic suba para 12,50% ao ano em julho. Na semana passada, o BC promoveu o quarto aumento seguido da taxa, hoje em 12,25% ao ano.

Fonte: Folha.com